SOBRE PILATES
1) Quem foi Joseph Pilates?
2) O método pilates hoje
3) Metodologia
4) Benefícios
5) Equipamentos de pilates
6) Será que o Pilates é mais uma moda que vai passar?
7) Eu posso praticar Pilates em casa sem supervisão de instrutor?
8) Quais os benefícios do Método Pilates?
9) O Pilates ajuda contra doenças? Quais são essas doenças?
10) Exercícios de pilates podem mostrar como ter uma vida sexual melhor?
11) Comparado com musculação ou outros tipos de treinamentos resistidos, qual a diferença dos exercícios da GET PILATES? Eles são melhores?
12) Eu irei crescer fazendo exercícios da GET PILATES?
13) Eu tenho problemas na coluna. Eu poderei fazer pilates?
14) Fazendo os exercícios de mat (pilates no solo) eu tenho os mesmo resultados que teria numa aula nos equipamentos?
15) O que são os exercícios da GET PILATES?
16) Os exercícios da GET PILATES são parecidos com Yoga?
17) Quais são os benefícios dos exercícios da GET PILATES?
18) Quais são os princípios por trás do método da GET PILATES?
19) Qual é a diferença entre o método da GET PILATES e outras técnicas de pilates?
20) Quanto tempo vai demorar para que eu comece a ver os resultados?
21) Que tipo de resultado eu posso esperar ao fazer os exercícios da GET PILATES?
22) Se estou praticando pilates, devo continuar com a minha rotina habitual de atividade física?
23) Por que alguns equipamentos de pilates são feitos de madeira?
24) Por que se usa molas ao invés de pesos para criar resistência?
25) Quais são os benefícios desse tipo de equipamento?
26) Quanta resistência (em peso) as molas fornecem?
27) É seguro fazer pilates durante a gravidez?

1) Quem foi Joseph Pilates?

Joseph Hubertus Pilates nasceu em Dusseldorf, Alemanha em 1880. Por ter sido uma criança raquítica e asmática, desde cedo interessou-se não só por praticar mas também em estudar as várias práticas e pedagogias físicas ao seu alcance como as artes marciais, a ioga, as técnicas esportivas ocidentais e as técnicas circenses.

Em 1912 Pilates tornou-se boxeador e instrutor de autodefesa para detetives na Scotland Yard em Londres. Durante a 1a Guerra Mundial, Pilates foi aprisionado na Inglaterra num campo para "estrangeiros inimigos", onde continuou a desenvolver o seu método.

Para poder aplicar o seu método a pacientes acamados, muitos deles soldados alemães feridos de guerra, Pilates acoplou molas às camas com o objetivo de dar assistência à execução dos exercícios. Estes dispositivos de assistência ao movimento, aperfeiçoados ao longo da sua vida, deram origem aos aparelhos que conhecemos hoje. O que torna estes aparelhos distintos dos aparelhos usados em academias é justamente este propósito de, antes de tudo, dar assistência ao desempenho de alguns exercícios.

Após o término da guerra ele voltou à Alemanha. Neste período ele começou a sua duradoura e profícua relação com a dança. Em 1926, com 46 anos de idade, após declinar um convite para aplicar seu sistema de condicionamento físico ao treinamento do exército alemão, emigrou para os Estados Unidos. Durante a viagem de navio conheceu Clara, sua futura mulher. Assim que chegou à Nova Iorque abriu seu primeiro studio.

Quando Joseph Pilates morreu em 1967, com a idade de 87 anos, o seu método, apesar de já ser muito praticado pela comunidade de dança, ainda não tinha alcançado a popularidade que tem hoje. Foi somente após a abertura de um estúdio, nos anos 70, em Beverly Hills, muito freqüentado pelas celebridades de Hollywood, por um de seus discípulos, o bailarino Ron Fletcher, que o método começou a ganhar o mundo. Como o próprio Pilates dizia, seu método estava 50 anos à frente do seu tempo.

▲ Voltar ao topo


2) O método pilates hoje

Atualmente encontramos várias leituras do trabalho de Joseph Pilates. Ele, quando morreu, não deixou nenhum testamento e cada um de seus discípulos foi desenvolvendo o seu próprio entendimento do legado deixado por Joseph. O próprio Joseph Pilates, através de suas pesquisas, permanentemente modificava o seu trabalho. Mesmo os detentores do Pilates dito original, já agregaram pequenas modificações aos exercícios desenvolvidos por Joseph Pilates.

Joseph Pilates, o criador do método, baseou-se em princípios da cultura oriental (concentração, controle corporal, flexibilidade, equilíbrio, percepção), e princípios da cultura ocidental (tônus, resistência e definição muscular). Da combinação destas visões distintas, surgiram os princípios básicos que norteiam o método Pilates.Os princípios são: respiração, centro, concentração, controle, precisão e fluidez.

Devido ao avanço científico no que se refere ao estudo do corpo humano em geral, algumas escolas modificaram um pouco a ênfase dos princípios ou sua nomenclatura. No entanto, a base original do que é Pilates, para que serve, quem pode beneficiar-se dele, sua filosofia, permanece as mesmas, apenas levando em consideração conhecimentos que antes não existiam e, talvez, também para facilitar o entendimento da técnica por parte dos praticantes.

▲ Voltar ao topo


3) Metodologia

Exercícios Dinâmicos e Inteligentes

Na GET PILATES nosso foco é desenvolver os programas mais seguros e efetivos disponíveis, baseados na essência e nos princípios do trabalho de Joseph H. Pilates, e pela incorporação de conhecimentos contemporâneos embasados cientificamente sobre o corpo, ensinando as pessoas a serem mais felizes e equilibradas.

Os objetivos da GET PILATES são: desenvolver um ótimo condicionamento, músculo esquelético – força, flexibilidade e resistência – sem risco de lesões ou ganho de volume muscular. Com foco na musculatura do CORE, incluindo estabilização das cinturas pélvica e escapular, o alinhamento neutro e respiração, a GET PILATES também ajuda a restaurar as curvas naturais da coluna, aliviar tensões e aumentar a autoconfiança. Os resultados são: um corpo alinhado, em equilíbrio e em boa forma, que se sente revitalizado e se move com facilidade – objetivos que consideramos importantes a todos os alunos.

▲ Voltar ao topo


4) Benefícios

  • Correção Postural
  • Condicionamento Físico
  • Aumento de Flexibilidade
  • Músculos tonificados e alongados
  • Consciência Corporal
  • Prevenção de lesões
  • Concentração
  • Equilíbrio e coordenação
  • Método Global

    ▲ Voltar ao topo

  • 5) Equipamentos de pilates

    Nem todos os exercícios do método pilates são realizados em uma esteira. Durante a Primeira Guerra Mundial, Joseph Pilates descobriu que, muitas vezes, tinha de segurar os pacientes ou usar seu corpo para ajudá-los a realizar exercícios. Ele começou a experimentar máquinas capazes de substituir seu corpo nessas tarefas. Suas primeiras máquinas foram feitas dos únicos materiais de que ele dispunha - molas de colchão e estrados de cama.
    Joseph Pilates acabou batizando suas invenções com nomes como reformador universal, cadeira wunda, cadillac, barril escada e corretor de espinha. A maior parte dos exercícios do método podem ser realizados na esteira ou no reformador universal, hoje conhecido apenas como reformador. Outras máquinas podem ser incorporadas para uma sessão mais balanceada. A maior parte dos equipamentos pilates se baseia nos projetos originais de Joseph Pilates, mas existem algumas máquinas novas.

    Todos os aparelhos Pilates são multifuncionais. O reformador, por exemplo, permite mais de 500 movimentos diferentes. O cadillac dispõe de barras de madeira e trapézios suspensos para que a pessoa possa exercitar braços, pernas e tronco contra molas de diferentes tensões. A cadeira wunda foi projetada para ajudar a desenvolver equilíbrio e força.

    1 – Cadillac

    Este equipamento foi inspirado nas camas hospitalares do campo de concentração na 1ª Guerra Mundial, onde Joseph Pilates foi recluso, atuando como uma espécie de enfermeiro. Ele adaptou alguns acessórios como alças, molas, etc, pois como percebeu que havia criado um equipamento de grande porte, o relacionou com o carro mais requintado daquela época: Cadilac.

    Devido à altura do equipamento o profissional pode executar a correção dos praticantes numa postura adequada. As barras e os diversos acessórios auxiliam na execução dos movimentos para praticantes saudáveis ou na reabilitação de lesões. Praticantes em níveis avançados utilizam as barras de ferro localizadas na parte superior do equipamento, similar as acrobacias realizadas por ginastas em barras paralelas. Neste aparelho versátil a mais de 80 exercícios que podem ser executados, sem considerar as variações. Neste equipamento Joseph Pilates não estabeleceu uma ordem pré-estabelecida específica. Foi desenvolvido para corrigir as necessidades individuais, ou seja, estimular mudanças de desequilíbrios, favorecer o desenvolvimento da força, flexibilidade, mobilidade articular e estabilidade desenvolvendo o centro de força.

    2 – Reformer

    Foi criado como um carro que corre sobre uma plataforma de alumínio ou madeira.

    Foi composto por molas, alças e tiras de couro (hoje estas tiras são cordas). A resistência das molas pode ser alterada para diminuir ou aumentar a potência, dificultando ou facilitando a execução dependendo de cada movimento. Existem cerca de 100 exercícios diferentes que podem ser executados: deitado, ajoelhado, sentado e de pé. Este equipamento possui uma série de exercícios com a intenção de estabelecer movimentos constantes e fluentes. O praticante através do uso da força do peso do próprio corpo contra a resistência das molas.

    3 – Cadeiras: High Chair, Wunda Chair, Arm Chair

    A High Chair foi inspirada a partir de uma cadeira de rodas, com a intenção de que pessoas com movimentação limitada pudessem se exercitar. Ela dispõe de um pedal que se movimenta através da resistência de duas molas.

    Pilates ao trabalhar com artistas de circo obteve inspiração para criar a Wunda Chair que também utiliza-se da resistência das molas. Foi adaptada para pequenos apartamentos onde pudesse sentar e exercitar-se ao mesmo tempo. Ela permite uma ampla variedade de movimentos, exigindo fortalecimento, flexibilidade muscular, controle do equilíbrio e um bom alinhamento corporal.

    Nela podemos trabalhar em várias posturas tais como: sentado, deitado, apoiado nos joelhos, em frente, atrás, em pé sobre a cadeira. As molas podem ser alteradas conforme o exercício e a intensidade.

    A Arm Chair assim como a High Chair dispõe um suporte para coluna, o que faz delas um equipamento especializado na reabilitação de atrofias principalmente na musculatura do tronco.

    4 – Barris: Small Barrel, Spine Corrector, Large Barrel

    Pilates preocupava-se com as diversidades de estrutura física, e por esta razão, ele elaborou versões diferentes, em tamanhos e formatos.

    O Small Barrel (conhecido como meia-lua), é o menor deles.

    O Spine Corrector foi construído para corrigir os desequilíbrios posturais gerados por atrofia ou hipertrofia excessiva, principalmente no região do tronco.

    O Ladder Barrel que foi inspirado no aparelho denominado “Cavalo” da ginástica olímpica.

    Os exercícios nos barris trabalham no alongamento axial e descompressão discal, além de promover um alinhamento e equilíbrio entre os grupos musculares do tronco e corrigir maus hábitos posturais. Pode-se trabalhar em decúbito dorsal, ventral, em cima e lateral.

    5 – Wall Unit ou Tower

    É um aparelho que foi adaptado do Cadillac, para ambientes com pouco espaço e teto baixo. Possui alguns acessórios do Cadillac possibilitando a execução alguns exercícios.

    ▲ Voltar ao topo

    6) Será que o Pilates é mais uma moda que vai passar?

    O Método Pilates existe há cerca de 90 anos, mas se tornou amplamente conhecido nos Estados Unidos há cerca de 25 anos e no Brasil a cerca de 10 anos, quando adquiriu forte respaldo da área médica e científica pelos seus resultados.
    A divulgação do Pilates foi feita ao longo dos anos essencialmente através do boca a boca de quem teve sucesso praticando, e como reconhecimento dos resultados do trabalho pela imprensa, interessada em um método que conquista um número exponencialmente crescente de adeptos em todo o mundo - o treinamento em Pilates nos EUA cresceu 602% entre 2000  e 2006. Assim, a demanda gerada pelo Pilates não foi criada via marketing, não se trata de um boom impulsionado pela mídia. Não houve nenhuma grande empresa ou grandes investimentos de publicidade para tornar o Pilates conhecido como o é hoje. O caminho é justamente o contrário: à medida que o conhecimento sobre Pilates cresceu entre profissionais e amadores, atraiu a atenção da mídia.
    Vivemos um momento de grande aumento na expectativa de vida das pessoas combinado com a busca por permanecer com qualidade de vida e saúde ao longo dos anos. Os analistas internacionais da área de saúde chamam este momento de “Active Aging”, em que a atividade física é um elemento fundamental para a conquista da saúde, e que métodos alternativos à musculação e aeróbica provêem para o bem estar que se busca.
    Quando analisamos este panorama em relação ao histórico de Pilates percebemos uma “coincidência histórica” inquestionável. Há uma sincronia muito grande entre o crescimento do “Active Aging” e a explosão do Pilates de forma globalizada.
    Será simples coincidência? Será o Pilates simplesmente moda?

    A resposta nos parece muito clara, não há como falar em moda quando nos referimos ao Pilates, e sim de uma metodologia revolucionária que provê o que a humanidade busca em dado grau, e que  seguirá crescendo por muitos e muitos anos.

    ▲ Voltar ao topo

    7) Eu posso praticar Pilates em casa sem supervisão de instrutor?

    Todos os exercícios, para Joseph Pilates, baseiam-se no fortalecimento e alongamento muscular, por isso ele já dizia na época: “Se um indivíduo tem 20 anos e está encurtado, é considerado um velho. Porém, se este tem 60 anos ou mais e é provido de flexibilidade e força, pode se considerar um jovem.”.

    Em pouco tempo, o Pilates está se tornando comum na vida das pessoas e tendo cada vez mais adeptos todos os dias. Trata-se de uma série de exercícios completos, que sempre visam a trabalhar o corpo como um todo, sem causar lesões, dor, cansaço ou, até mesmo, aquela sensação de desconforto e fadiga muscular após uma atividade física. Justamente isso é o que a maioria das pessoas procura, exercitar-se de forma completa, de maneira que não somente o corpo, mas também a mente seja trabalhada.

    Muitas pessoas já ouviram falar no Pilates e em seus benefícios e até desistiram de freqüentar as tradicionais academias, aderindo ao método assim que realizaram a primeira aula. A experiência com o Pilates, mostra que os alunos que começam a praticá-lo sentem rapidamente seus benefícios. Relatam que, em um primeiro momento, sentem um alivio imediato das tensões, um relaxamento muscular e diminuição da ansiedade e do estresse. Dizem não trocar o método por nenhuma outra atividade física.

    Hoje em dia, as pessoas no mundo todo estão se tornando mais esclarecidas quanto à importância de praticar uma atividade física para que se possa levar uma vida feliz e saudável. Manter-se em boa forma significa um trabalho árduo, pois a falta de tempo e o corre-corre do dia-a-dia, principalmente com relação ao trabalho, representam barreiras nesta corrida contra o tempo.

    Por motivos, como tempo, dinheiro ou comodidade, algumas pessoas compram livros, buscam vídeos que demonstrem de uma forma fácil e rápida como praticar o Pilates em suas próprias casas. Perguntam se, depois de algum tempo praticando o Pilates com um instrutor, seria possível realizar sozinho em casa os exercícios.  Por vários motivos, isso não seria o ideal, pois o método exige que se tenha um determinado controle dos movimentos e alinhamento postural. Esses dois preceitos devem atuar em conjunto com a respiração cadenciada. Existe uma técnica para a execução dos movimentos, e, se o individuo não tem uma boa consciência corporal, não conseguirá realizar de forma correta os exercícios propostos.

    Além disso, não existem dois corpos iguais. A reação que um corpo pode ter frente aos movimentos executados por modelos de revistas ou DVDs depende do grau de preparação de quem está realizando os exercícios. O indivíduo pode achar que está “treinando” de forma correta, mas corre um sério risco de se machucar, adquirir uma lesão, uma torção brusca ou uma distensão muscular, em vez de se sentir bem com os benefícios que o método traz. Desta forma, prejudicará a saúde de seu corpo.

    Todas as aulas de Pilates têm um nível indicado para cada praticante. Os movimentos descritos nos livros apresentam o mesmo problema, pois o praticante não tem como saber a qual nível pertencem os exercícios propostos, além de não contar com a enorme vantagem de ter alguém para orientá-los e dizer-lhes a maneira mais correta e saudável de realizar movimentos com qualidade.

    Lembre-se de que a maioria das atividades físicas deve ser feita com auxílio ou com instrução de um profissional da área. O Pilates pode ser ministrado por um Fisioterapeuta ou por um Educador Físico, que saberão ensinar de maneira correta os movimentos a serem realizados. Não se iluda com aulas em grandes grupos, procure um atendimento personalizado e siga sempre as orientações de seu instrutor. Desta maneira, você poderá dirimir problemas futuros e que poderão causar-lhe sérios transtornos.

    ▲ Voltar ao topo


    8) Quais os benefícios do Método Pilates?

    As pessoas que estão fisicamente em forma geralmente são mais equilibrada e mais capazes de lidar com o estresse. O cérebro envia mensagens através da medula e dos nervos para várias partes do corpo para que uma pessoa possa correr, andar e nadar. Há um diálogo e um relacionamento constante que o cérebro deve manter com o corpo para que sejamos capazes de suar quando está muito calor, levar o oxigênio até as células dos músculos, transformar alimento em energia para alimentar as células.
    Se você ou algum membro da sua família tem qualquer das doenças mencionadas a seguir, exercitar-se regularmente traz excelente benefícios:

  • Correção Postural
  • Condicionamento Físico
  • Aumento de Flexibilidade
  • Músculos tonificados e alongados
  • Consciência Corporal
  • Prevenção de lesões
  • Concentração
  • Equilíbrio e coordenação
  • Método Global

    ▲ Voltar ao topo

  • 9) O Pilates ajuda contra doenças? Quais são essas doenças?

    As atividades físicas podem diminuir pela metade o risco de doenças cardíacas ou de um derrame cerebral. Exercitar-se ajuda a reduzir o risco destas doenças vasculares porque diminui a pressão sanguínea, aumenta o nível de proteção do colesterol HDL, o “bom”colesterol, reduz o risco de coágulos sanguíneos, diabetes e aumento de peso. As pessoas que mantém um estilo de vida ativo tendem a permanecer saudáveis.

    Câncer - Os exercícios reduzem o risco de câncer no cólon, uma das principais causas de morte por câncer entre homens e mulheres. Em animais, os exercícios protegem contra o câncer da mama. Pesquisando as causas das mortes de mais de 17.000 estudantes de Harvard, o Dr. Ralph Paffenbarger Jr. descobriu que os homens que se exercitam em um nível moderado ou médio apresentam de 25 a 50 por cento menos casos de câncer do cólon do que homens com uma vida menos ativa. Acredita-se que o principal benefício dos exercícios para o cólon seja a maior velocidade com que o corpo elimina qualquer substância que possa causar câncer e que passam pelo cólon de pessoas fisicamente ativas.
    A Dra. Rose Firsch, da Escola de Saúde Pública de Harvard, descobriu que entre quase 5.400 mulheres alunas daquela faculdade, as que eram atletas ou treinavam regularmente corriam a metade do risco de desenvolver câncer da mama mais tarde do que as que não treinavam também tinham taxas altas de câncer no útero, ovário, cérvice e vagina. Os exercícios podem ajudar no combate dos agentes cancerígenos em mulheres porque eles reduzem a exposição ao estrogênio durante a vida, o que pode estimular o crescimento de células nos seios e nos órgãos reprodutores.

    Osteoporose - Osteoporose significa osso poroso. Um osso que era forte e tornou-se frágil após alterações do metabolismo mineral e aos desequilíbrios nutricionais. Pelo fato de ser assintomática a osteoporose é chamada de Doença Silenciosa. Os principais sintomas são as fraturas, que acontecem em estágios avançados da doença. Os principais locais atingidos são: punho, vértebras, costelas e colo do fêmur. A deficiência de cálcio e de vitamina D, juntamente com a deficiência estrogênica, são fatores causais muito importantes. O tabagismo, sedentarismo e dietas com alta ingesta de refrigerantes, cafeína, álcool, sódio e açúcar também estão na lista de itens que aumentam o risco de osteoporose.
    Os exercícios, em qualquer idade, podem aumentar a densidade dos ossos e reduzir os riscos de fraturas. Cada dia surgem mais provas de que os exercícios não precisam ser feitos com pesos para aumentar a densidade dos ossos. Os exercícios de resistência, como pedalar, e os movimentos aeróbicos na água também podem ajudar. Pessoas mais velhas que se tornam ativas também melhoram seu equilíbrio, sua força, coordenação e flexibilidade, o que ajuda a prevenir quedas, que podem resultar em fraturas debilitantes. Os ossos são um tecido fluído que se quebra e se renova constantemente.Para favorecer a renovação e diminuir as chances de quebra, os músculos ligados aos ossos precisam ser contraídos e fortalecidos. Isto produz piezeletricidade, uma força que resulta na precipitação do osso nos pontos de esforço. A menos que os ossos sejam repetidamente sujeitos ao esforço, o processo de quebra supera a renovação e os ossos tornam-se gradativamente porosos e mais fracos. O Método Pilates pode ajudar a prevenir ossos quebradiços em pessoas idosas.

    Diabetes - Pessoas, independente da idade, que são fisicamente ativas têm menos tendência a desenvolver diabetes do que as pessoas sedentárias.

    Imunidade - Os exercícios Pilates aumentam a circulação das células com anticorpos que combatem as infecções. As pessoas em forma física contraem menos resfriados e outras infecções respiratórias do que pessoas que não estão em forma.

    Artrite - Quase todo o mundo com mais de 65 anos têm alguns sintomas de artrite. Os estudos sugerem que exercícios moderados praticados com alongamento, podem reduzir a dor da artrite e a necessidade de medicamentos. O Pilates ajuda a aliviar a artrite e dores do ciático.

    Depressão - Há muito tempo se sabe que os exercícios ajudam as pessoas a superarem a depressão clínica. Um outro benefício dos exercícios é a experiência de sentimentos positivos.

    Memória - Mesmo períodos curtos de exercícios podem resultar em uma melhora de adultos mais velhos. Os exercícios também podem levar a um pensamento mais claro e a uma reação mais rápida, ajudando a acelerar a transmissão das mensagens pelos nervos.

    Sono - Um estudo feito pelos pesquisadores das universidades de Stanford e de Emory mostrou que em adultos mais velhos que levavam uma vida inicialmente sedentária, os exercícios regulares tais como uma caminhada puxada, melhoravam a qualidade do sono e diminuíam o tempo que eles levavam par começar a dormir. Após varias semanas a disposição aumentou, as atividades exigiam menos energia e eles dormiam melhor à noite.

    Peso - A perda de peso ocorre quando o número de calorias consumida é menor do que o número de calorias gasta. Teoricamente, isso pode ser atingido ao se consumir menos calorias do que se gasta, independente do tipo de atividade. Entretanto, a forma mais eficiente e saudável de se perder peso é adotando um plano de exercícios que inclui um componente aeróbio e de força, seguindo uma dieta balanceada. O pilates potencializa seu programa de perda de peso, pois o Pilates além de eliminar calorias, aumenta - e muito - a capacidade de executar exercícios indicados para quem quer perder peso, como caminhada, bicicleta e aeróbicos. Por isso, pode ser considerado o acelerador da dieta.
    Um dos primeiros obstáculos na hora de começar a emagrecer é a dificuldade de iniciar os exercícios, devido ao longo tempo de sedentarismo. É aí que entra o pilates. Ele é recomendado a pessoas com problemas posturais, que desejam adquirir mais flexibilidade, além de diminuir o estresse e prevenir contra lesões nas costas, joelhos e tornozelos E se minimiza a ansiedade, você passa a comer menos.

    A combinação do pilates com um exercício aeróbio também oferece benefícios adicionais: uma maior conexão corpo-mente, melhora postural, flexibilidade e funcionalidade.A perda de peso sustentada é conquistada ao se combinar uma nutrição correta com exercícios regulares e a melhor forma de manter o seu corpo se movendo é achar uma atividade que seja efetiva, motivante e divertida. E essas aulas são tudo isso.

    ▲ Voltar ao topo

    10) Exercícios de pilates podem mostrar como ter uma vida sexual melhor?

    Primeiramente, vamos falar da musculatura pélvica: Você sabe que músculos são estes? Tente o seguinte: pense nos músculos que fazem você parar de urinar quando deseja. Você está apertando eles agora? Estes são seus músculos pélvicos. Eles funcionam como uma rede, que sustentam você desde abaixo de sua pélvis.
    Músculos abdominais fortalecidos ajudam a sustentar o ato sexual.O fortalecimento do assoalho pélvico e do centro do corpo “CORE”, fortalecido é igual a movimentos fortes por um período mais longo.
    Pense em uma dançarina do ventre e o controle que ela possui sobre o seu “CORE”. Aquele movimento ondulado é criado de uma musculatura fortalecida do “CORE” e anos de prática. Pilates pode oferecer o mesmo controle.
    E quanto a flexibilidade? Quer tentar algumas daquelas fabulosas posições Kama Sutra, mas mal consegue erguer sua perna sobre a cabeça? Pilates melhora sua flexibilidade geral.Quadris mais soltos lhe dão maior facilidade de movimentos e deixam seu corpo mais leve.
    Alguns benefícios menos óbvios do Pilates e como obter um sexo de melhor qualidade tem a ver com a oxigenação. Pilates requer uma respiração bem profunda, e isso oxigena seu sangue mandando oxigênio mais rapidamente para seus músculos.
    O aumento da oxigenação sanguínea que se consegue com os exercícios de Pilates também pode beneficiar homens com problemas de ereção.Geralmente, um aumento na oxigenação do sangue em certas áreas de corpo de um homem é tudo que se necessita para melhorar a força. Um corpo mais forte também permite um melhor desempenho e uma melhora no sentimento de bem estar.

    ▲ Voltar ao topo


    11) Comparado com musculação ou outros tipos de treinamentos resistidos, qual a diferença dos exercícios da GET PILATES? Eles são melhores?

    - O pilates é tri-dimensional (os exercícios podem ser feitos usando todos os planos de movimento)
    - A resistência das molas é muito parecida com a contração muscular
    - Ênfase na contração excêntrica e concêntrica para prevenir lesões
    - Os exercícios da GET PILATES são personalizados para as necessidades do cliente
    - Nos exercícios de pilates a ênfase é colocada no reequilíbrio muscular em torno das articulações
    - O pilates corrige over-training (estafa física e mental causada por excesso de exercícios) e desequilíbrios musculares que acabam causando lesões
    - O pilates enfatiza o equilíbrio muscular com flexibilidade (para prevenir lesões e movimentos mais eficientes)
    - Exercícios da GET PILATES proporcionam uma melhora na postura e na consciência corporal

    ▲ Voltar ao topo

    12) Eu irei crescer fazendo exercícios da GET PILATES?

    Muitos dos exercícios de pilates envolvem o condicionamento corpo-mente, o que requer que você olhe para dentro, se concentre na sua respiração e sinta as sutis diferenças dentro do seu corpo. Também há casos em que ao fortalecer os músculos abdominais, as pessoas têm aprendido a manter o seu alongamento e, consideravelmente mais altas. Fisicamente, muitas pessoas realmente ficaram mais altas ao se exercitarem constantemente. Ao se enfatizar a postura, você aprende a alongar a sua coluna através do pilates e ao fortalecer os músculos abdominais profundos para suportar o resto do corpo, você aprende a manter a sua altura sem esforço. Os resultados mais expressivos são os reportados pelas pessoas que foram sedentárias boa parte da vida e após alguns meses de praticando pilates eles são capazes de ficar numa postura mais ereta, e, portanto consideravelmente mais alta. Até mesmo pessoas estudaram dança por muitos anos, antes de começar um programa de pilates, tem notado um aumento na sua altura com o tempo.

    ▲ Voltar ao topo

    13) Eu tenho problemas na coluna. Eu poderei fazer pilates?

    Você sempre deve consultar o seu médico antes de iniciar qualquer rotina de exercícios físicos, uma aula de pilates é sutil, controlada e sem movimentos bruscos. É, portanto, mais importante que você trabalhe com um instrutor qualificado para assegurar que você faça os movimentos de forma correta. Um instrutor experiente poderá modificar os exercícios, acomodando-os às suas limitações, proporcionando um desafio constante dentro da sua capacidade, monitorando o seu progresso. Se você se comprometer a uma rotina de exercícios consistente, certamente sentirá os resultados.

    ▲ Voltar ao topo

    14) Fazendo os exercícios de mat (pilates no solo) eu tenho os mesmo resultados que teria numa aula nos equipamentos?

    As aulas baseadas no mat são muito convenientes e podem ser feitas em qualquer lugar. Entretanto, exercícios de mat não fornecem uma resistência extra. Os exercícios nos aparelhos, no entanto, fornecem essa resistência extra a sua rotina e podem corrigir desequilíbrios musculares melhor do que qualquer rotina no mat poderia.

    ▲ Voltar ao topo

    15) O que são os exercícios da GET PILATES?



    ▲ Voltar ao topo

    16) Os exercícios da GET PILATES são parecidos com Yoga?

    Pilates e Yoga se tornaram adições aos regimes de exercícios de muitas pessoas. Embora ambos utilizem postura semelhante e tenham como foco a respiração, ambos enfatizam uma respiração profunda e suave, movimentos longos que promovem um relaxamento e alongamento muscular eles são bastante diferentes. O objetivo do pilates é reforçar os núcleos de força do corpo: os músculos abdominais, as costas e os quadris. O pilates também incorpora longas seqüências de exercícios em esteiras e máquinas. A Yoga é mais vista como um estilo de vida: não requer apenas exercícios concentrados, mas atenção à dieta, respiração, relaxamento e meditação. O pilates também envolve o corpo e a mente em seus exercícios, mas não procura unificá-los da mesma maneira que a yoga.

    ▲ Voltar ao topo

    17) Quais são os benefícios dos exercícios da GET PILATES?

    · músculos mais longos, magros (menos volume, maior liberdade de movimento)
    · melhora dos problemas posturais
    · aumento da força do centro, estabilidade e mobilidade periférica
    · ajuda a prevenir lesões
    · aumenta a funcionalidade física, facilidade de movimento
    · equilibra a força e flexibilidade
    · aumenta a consciência corporal
    · livre de impactos, suave nas articulações
    · pode ser personalizado para acomodar a todos, desde pacientes de reabilitação a atletas de elite
    · complementa outros métodos de exercícios
    · melhora a performance nos esportes (golfe, esqui, patinação, etc.)
    · melhora o equilíbrio, coordenação e circulação

    ▲ Voltar ao topo

    18) Quais são os princípios por trás do método da GET PILATES?

    Os exercícios da GET PILATES melhoram a força do centro e equilibra os músculos em torno das articulações, melhorando o funcionamento, a aparência e a forma como seu corpo se sente. Ele se concentra especificamente na:
    - respiração
    - posicionamento pélvico
    - posicionamento da caixa torácica
    - mobilidade escapular
    - posicionamento da cabeça e da coluna cervical

    ▲ Voltar ao topo

    19) Qual é a diferença entre o método da GET PILATES e outras técnicas de pilates?

    Diferente da série original de exercícios, a GET PILATES incorpora princípios modernos de exercícios, incluindo os pensamentos contemporâneos sobre a reabilitação da coluna e do aumento do desempenho. Por exemplo, diferente da abordagem original, que promove uma coluna retificada, os exercícios da GET PILATES são desenvolvidos para restaurar as curvaturas naturais da coluna e reequilibrar os músculos ao redor das articulações. Eles também colocam uma maior ênfase na estabilização. Há também mais exercícios preparatórios e modificações para tornar o método mais seguro e mais eficiente, sem perder a essência do que foi criado por Joseph Pilates.

    ▲ Voltar ao topo


    20) Quanto tempo vai demorar para que eu comece a ver os resultados?

    Uma pessoa ativa, fazendo 2-3 aulas por semana deve ver alguns resultados dentro de 10-12 aulas. Isso varia dependendo de cada indivíduo e de outros fatores como o número de aulas a pessoa faz por semana, se são aulas individuais ou em grupo, se participa em outras atividades físicas, e se a pessoa tem alguma lesão.

    ▲ Voltar ao topo

    21) Que tipo de resultado eu posso esperar ao fazer os exercícios da GET PILATES?

    Você pode esperar um aumento da flexibilidade, mobilidade, equilíbrio e consciência corporal, assim como uma diminuição de dores nas costas ou outra dores em geral.

    ▲ Voltar ao topo

    22) Se estou praticando pilates, devo continuar com a minha rotina habitual de atividade física?

    A GET PILATES é um programa de condicionamento músculo-esquelético. Combiná-lo com algum tipo de exercício cardiovascular (caminhada, natação, corrida, aeróbica, hidro ginástica, etc.), é tudo o que você precisa.

    ▲ Voltar ao topo

    23) Por que alguns equipamentos de pilates são feitos de madeira?

    Isso se dá principalmente devido à tradição. As pessoas costumavam pedir a carpinteiros para fazer os equipamentos. Como a madeira pode envergar, nós fazemos os nossos equipamentos usando materiais duráveis e de qualidade, como aço inox, cordas grossas e fortes, um mecanismo de polias excelente, molas de resistência de longa vida.

    ▲ Voltar ao topo

    24) Por que se usa molas ao invés de pesos para criar resistência?

    Ao se usar molas para se obter resistência, os equipamentos da GET PILATES fornecem uma resistência gradual enquanto os músculos contraem, o que assegura que os músculos trabalhem apropriadamente. O ponto de maior resistência acontece quando o músculo contrai com maior força e o ponto de menor resistência no início e no final da contração, dessa forma os tendões e ligamentos sofram menos tensão.

    ▲ Voltar ao topo

    25) Quais são os benefícios de equipamentos com molas?

    Os equipamentos de condicionamento do centro da GET PILATES são muito versáteis. Eles facilitam centenas de variações de exercícios, sem impactos (portanto são leves nas articulações), permitem modificações para as pessoas com lesões ou condições especiais, permitem um condicionamento e movimento tri-dimensional e é adequado a uma grande variedade de clientes (da reabilitação ao atleta profissional). Também facilitam um fortalecimento equilibrado e flexibilidade, permitem uma contração excêntrica e concêntrica dos músculos (resistência no movimento de ida e volta), um condicionamento músculo-esquelético completo (músculos e alinhamento postural), e facilita o condicionamento do centro e mobilidade periférica.

    ▲ Voltar ao topo

    26) Quanta resistência (em peso) as molas fornecem?

    A tensão inicial é de 2,3 kg para a primeira polegada de tensão (para as molas de tensão completa), depois a tensão aumenta aproximadamente cerca de 180g por centímetro. Multiplique o número de molas e distância percorrida para obter uma tensão aproximada em quilogramas.

    ▲ Voltar ao topo

    27) É seguro fazer pilates durante a gravidez?

    Consulte o seu médico para obter informações do que é apropriado fazer durante o período de gravidez. Uma coisa é certa: não se recomenda Pilates para gestante que nunca praticou Pilates antes da gravidez. A GET PILATES segue as atuais práticas padrão com relação a segurança na gravidez exercidas na indústria do fitness e as linha gerais desenvolvidas por organizações profissionais como o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas (American College of Obstetricians and Gynecologists) e da Sociedade de Obstetras e Ginecologistas do Canada (Society of Obstetricians and Gynecologists of Canada). O que se segue são informações gerais que não deve ser substituído pela opinião de um médico e a orientação de um instrutor profissional qualificado.

    Não existem duas mulheres com o mesmo corpo, e isso se torna especialmente verdade durante a gravidez. Existem aulas que são bem apropriadas para algumas pessoas e não para outras durante a gravidez. Durante uma gravidez normal e saudável, os exercícios adaptados e suavizados, bem como as posições de alguns exercícios, também  são modificadas para não entrar em choque  com a anatomia da grávida e tedem a beneficiar o feto. É dito que a atividade física previne varizes, hemorróidas e dores na região lombar, ajuda a aumentar a auto-estima, mantém os níveis de condicionamento físico e prepara o corpo para as demandas físicas da maternidade.

    O corpo de uma mulher passa por muitas transformações durante a gravidez e a atividade física deve ser adaptada e modificada com o progresso da gravidez. A beleza do pilates é que ele pode ser individualizado para a habilidade do indivíduo. As aulas e o programa de atividade física durante o primeiro trimestre talvez tenha de ser ajustado com relação aos níveis de fadiga. Com o decorrer da gravidez, a demanda nos músculos abdominais deve ser diminuída. Durante o segundo semestre, esses músculos alongam e algumas mulheres acabam sofrendo uma diástase abdominal (separação dos músculos abdominais). Com um suporte abdominal reduzido, existe um maior risco de lesão na região lombar. Além disto, devido às mudanças hormonais ocorridas durante a gravidez, os ligamentos em torno das articulações acabam ficando frouxos, deixando-os soltos e vulneráveis. Por esta razão você deve ter cuidado para não alongar demais. É importante continuar o trabalho de fortalecimento e reequilíbrio dos músculos nas atriculações suportando o corpo enquanto ele passa por mudanças posturais relacionados à gravidez.

    Hoje em dia muitas linhas gerais com relação à gravidez indicam que após a 16ª semana de gestação, aproximadamente, o decúbito dorsal (deitado com as costas no chão) deve ser evitado porque o suprimento sanguíneo materno e subsequentemente o suprimento sanguíneo do feto podem ser afetados. No segundo trimestre, o posicionamento deve ser ajustado e equipamentos leves acessórios combinados com os exercícios de mat se tornam muito úteis. As possibilidades oferecidas no Reformer, Cadillac e Chair também podem ser muito benéficas. Logicamente, é importante beber muita água, evitar esforços excessivos e o sobreaquecimento.

    ▲ Voltar ao topo